Sanofi

5 hábitos que acabam com a sua energia

Má alimentação e excesso de álcool podem estar por trás da fadiga intensa na rotina

Está se sentindo sem energia ultimamente? Talvez seja hora de repensar alguns hábitos. Em meio à correria do dia a dia, podemos acabar descuidando de alguns aspectos da saúde, o que leva à falta de energia. Separamos, abaixo, alguns deles:

1. Excesso de carboidratos simples[1]

A resposta para tanto cansaço, principalmente após as refeições, pode estar nos alimentos que você coloca no prato. Alguns estudos mostram que dietas baseadas em carboidratos simples, como arroz, pães e massas, podem aumentar a sensação de fadiga.

Isso porque o consumo desses carboidratos eleva o nível de glicose no sangue, estimulando o organismo a aumentar a produção de insulina - que, por sua vez, trabalha para ativar as células musculares e “remover” todo esse açúcar do sangue.

O que acontece, então, é uma súbita - e rápida - mudança nas taxas de glicose no organismo após o consumo de carboidratos simples, que está relacionada ao aumento da sensação de cansaço e fadiga.

2. Falta de exercícios[2][3]

Após um longo dia de trabalho, muitas pessoas sentem dificuldade em investir em uma rotina de exercícios físicos. O problema é que este é um ciclo vicioso: o sedentarismo é um fator que pode estimular o cansaço e aquela sensação de “baixa energia”, entre outras complicações. 

Isso porque o comportamento sedentário está associado a consequências negativas quando o assunto é saúde mental, incluindo sintomas de depressão, mal-estar emocional e aumento do risco de depressão e transtorno de ansiedade.

Manter-se em movimento, por outro lado, é sinônimo de vitalidade. A prática regular de exercícios físicos pode te deixar mais feliz, relaxado e menos ansioso. Além disso, o esporte melhora o transporte de oxigênio e nutrientes para os tecidos, ajudando o sistema cardiovascular a trabalhar melhor - o que acaba te deixando mais energizado.

3. Sono de má qualidade[4] 

O sono é uma necessidade fisiológica do nosso organismo, capaz de afetar funções como secreção hormonal, metabolismo, restauração dos tecidos e sistema imunológico. Por isso, sua importância vai muito além de apenas nos deixar descansados.

Se o cansaço é parte constante de sua vida, talvez seja hora de avaliar se você está dormindo direito. Noites mal dormidas, sono de má qualidade e alguns transtornos (como insônia e apneia do sono) estão associados a problemas de saúde diversos, como depressão, ansiedade e sonolência durante o dia.

4. Hábitos alimentares[1][5]

Os alimentos são o combustível do nosso corpo. Por isso, quando nos alimentamos de forma inadequada, uma das consequências pode ser justamente a falta de energia. Dessa forma, é importante adotar alguns hábitos mais saudáveis na hora de fazer as refeições, desde planejar lanchinhos ao longo do dia até evitar certos ingredientes.

Consumir mais fibras, proteínas magras, alimentos integrais e evitar o excesso de carboidratos refinados, como citamos lá em cima, são algumas medidas que podem ajudar. E lembre-se: comece o dia com um café da manhã nutritivo, o que também pode melhorar a sensação de energia e bem-estar.

5. Bebidas alcoólicas[6]

Muitas pessoas acreditam que tomar um drink à noite é a melhor maneira de relaxar. No entanto, ingerir bebidas alcoólicas com frequência é outra possível causa de fadiga. Isso porque o álcool pode interferir na qualidade do sono, comprometendo a sua disposição no dia seguinte.

Algumas horas após beber, o álcool eleva os níveis de epinefrina - ou adrenalina - no sangue, um hormônio do estresse que aumenta a frequência cardíaca e estimula o organismo como um todo, fazendo com que você desperte no meio da noite. A bebida também relaxa os músculos da garganta, favorecendo problemas de respiração.

Por isso, a dica é evitar ao máximo este hábito e trocar o álcool por um copo de água. A desidratação, aliás, tem relação com fadiga e fraqueza, o que reforça a importância de se manter hidratado ao longo do dia.

Para todos momentos, conte também com Pharmaton Energy. O suplemento conta com VITACAFTM, que combina cafeína e vitaminas do complexo B para melhorar a concentração e o metabolismo energético.

 

Referências:

1) Pharr, Jennifer R. (2010) "Carbohydrate Consumption and Fatigue: A Review," Nevada
Journal of Public Health: Vol. 7 : Iss. 1 , Article 6. Disponível em:
https://digitalscholarship.unlv.edu/njph/vol7/iss1/6
2) Ellingson, L. D., Kuffel, A. E., Vack, N. J., & Cook, D. B. (2014). Active and Sedentary
Behaviors Influence Feelings of Energy and Fatigue in Women. Medicine
& Science in Sports& Exercise, 46(1), 192–200.
3) Mayo Clinic. Exercise: 7 benefits of regular physical activity. Disponível em:
https://www.mayoclinic.org/healthy-lifestyle/fitness/in-depth/exercise/art-20048389
4) WENDT, Andrea et al. Distúrbios do sono e fadiga durante o dia: dados da
Pesquisa Nacional de Saúde, 2013.
Cad. Saúde Pública [online]. 2019, vol.35, n.3,
e00086918.  Epub 11-Mar-2019. ISSN 0102-311X
5) Cleveland Clinic. 5 ways to fight fatigue with food. Disponível em:
https://health.clevelandclinic.org/5-ways-to-fight-fatigue-with-food/
6) Harvard Health Publishing. Alcohol and fatigue. Disponível em:
https://www.health.harvard.edu/mind-and-mood/alcohol-and-fatigue