Sanofi

Cansaço e estresse: 5 atitudes que pioram os quadros

Hábitos, como sono irregular, podem piorar o cansaço e o estresse; veja outros

O cansaço e o estresse quase sempre andam juntos [1]. Quando se está cansado, a impaciência e o nervosismo surgem com mais facilidade, elevando o nível de estresse. Com a correria do dia a dia, esses quadros não são incomuns, mas será que existe um nível considerado normal?

Na verdade, quando você dorme bem e mesmo assim não consegue descansar e se sentir revigorado, talvez seja o momento de procurar ajuda profissional, principalmente se o cansaço vier acompanhado de apatia e exaustão. Isso porque a fadiga excessiva pode ser desencadeada por fatores que vão além da rotina agitada, como problemas na tireoide [2].

Além disso, sua própria rotina e atitudes do cotidiano podem piorar os quadros de fadiga [2] e estresse. Veja abaixo quais são os principais hábitos que aumentam os quadros e como evitá-los.

Não dormir

O sono é fundamental para a regeneração das células do corpo. Uma noite bem dormida, com aproximadamente sete ou oito horas de sono e sem interrupções, melhora o humor [2] e diminui a tensão causada pelo estresse.

Portanto, quando você deixa de dormir apenas uma noite ou dorme pouco, o corpo não se recupera e fica cansado, o que a longo prazo pode causar danos ainda maiores.

Excesso de trabalho

Você é o tipo de pessoa que trabalha, trabalha e só? Manter uma jornada de trabalho acelerada ou excessiva é prejudicial para saúde. Além do cansaço e do estresse [1], quando esse hábito se torna constante, problemas sérios como a depressão e o Burnout [1] podem acontecer. Então, lembre-se se desacelerar e descansar sempre que possível.

Alimentação irregular

Os alimentos são fontes de vitaminas e minerais essenciais para o organismo, uma vez que cumprem funções básicas e até previnem doenças. Quando algum desses elementos se torna deficiente, como no caso da vitamina B2 e D, os sintomas podem ser cansaço [3] e estresse. Por isso, é fundamental manter uma alimentação balanceada e com variedades.

Falta de atividades físicas

Um dos tratamentos para o cansaço crônico é a prática de atividades físicas [2]. Os exercícios aeróbicos moderados, caso da a caminhada [2] e da yoga, devem ser feitos por aproximadamente 30 minutos diariamente.

Tratamentos médicos

Mesmo sendo necessários, alguns tratamentos médicos [4] podem deixar o paciente cansado - antes mesmo de um diagnóstico exato, ele pode também se sentir estressado com a situação. Os casos mais comuns acontecem em pessoas que tomam medicamentos como antidepressivos e anti-histamínicos [4], ou os que precisam enfrentar quimioterapia e passaram por procedimento cirúrgico.

 

Referências:

1 ) AREIAS, Maria Elenice Quelho. Qualidade de Vida, Estresse no Trabalho e
Síndrome de Burnout
.
Disponível em:https://www.fef.unicamp.br/fef/sites/uploads/deafa/qvaf/fadiga_cap13.pdf.
2 ) ROSENTHAL, Thomas C.; MAJERONI, Barbara A. Fatigue: An Overview. American
Family Physician, Volume 78, Number 10, November 15, 2008.
Disponível em: https://www.aafp.org/afp/2008/1115/p1173.pdf.
3 ) PIRES, Micaela Diegues. O poder das vitaminas.
Disponível em: https://bdigital.ufp.pt/bitstream/10284/3570/6/T_MicaelaPires.pdf.
4 ) Medline Plus. Fatigue.
Disponível em: https://medlineplus.gov/fatigue.html.

CONTE SUA HISTÓRIA!

Preencha o formulário abaixo e envie para a equipe Pharmaton®.

Fale sobre você...

Ao enviar esta história dou consentimento para o seu conteúdo ser adaptado
e publicado no site de Pharmaton®.
*CAMPOS OBRIGATÓRIOS