Sanofi

Como encontrar motivação para realizar atividades físicas?

Não faltam motivos para praticar atividade física: ela ajuda a controlar estresse e cansaço, desenvolver a musculatura, dar mais energia, prevenir doenças e até melhorar a autoestima. [1] Mas como fazer para conseguir a motivação necessária para começar - e continuar - a praticar exercícios?

Existem várias formas de estimular a mente e o corpo a encontrar prazer na hora de se exercitar, como entender todos os benefícios da prática, procurar uma atividade que traga bem-estar e encaixá-la na rotina. [2] Veja dicas de como encontrar motivação para os exercícios e ideias para mudar os hábitos.

Quais são os principais motivos para praticar atividade física?

Encarar a atividade física como um investimento na sua própria saúde é muito importante. Especialmente se acompanhada da alimentação saudável, ela é uma ótima forma de gerar benefícios simultâneos para o corpo e tratar diversos problemas de saúde. [3] A liberação de hormônios durante as atividades proporciona, principalmente:

Controle da pressão arterial

Ao praticar uma atividade física, o corpo demanda adaptações dos sistemas cardiovascular e respiratório para conseguir atender as necessidades dos músculos ativos. Nesse processo, entram em ação diversos mecanismos metabólicos e fisiológicos que distribuem o oxigênio pelos tecidos. Isso resulta na diminuição da pressão arterial - que tem relação com fatores neurais e hemodinâmicos. [4]

Melhora da função cognitiva

Além dos benefícios cardiorrespiratórios, os exercícios físicos também provocam alterações positivas no cérebro. Estudos sugerem que pessoas ativas têm menos risco de desenvolver transtornos mentais, como ansiedade e depressão. [5]

Mais bom humor

A atividade física também impacta o emocional do praticante. Durante o exercício, há liberação de diversas substâncias no organismo, entre elas a endorfina, que ajuda a aliviar o estresse e promove o relaxamento do corpo, resultando em uma sensação de bem-estar. [6]

Controle do peso

A prática de algum exercício físico é o principal aliado do emagrecimento. Isso porque o corpo aumenta o gasto diário de energia, acelera o metabolismo, ganha massa muscular, consome mais oxigênio e eleva a sensação de bem-estar. Estudos também sugerem que há aumento da oxidação do glicerol, o que contribui para a redução da lipogênese - processo de armazenamento de gordura em células da pele. [7]

Como ter motivação para os exercícios físicos?

Procure uma atividade que se encaixe na sua rotina

Tente achar na agenda um horário livre em alguns (ou todos) os dias da semana e escolha um exercício para esse período. Assim, fica mais fácil fazer a atividade virar parte do seu dia a dia.

Ache um exercício que seja divertido para você

Quem não é fã de academia pode aproveitar para praticar um esporte, luta ou até atividades mais leves como caminhada e ginástica. Escolha a que for mais prazerosa e, assim, os riscos de desistir dela serão menores.

Tente fazer a atividade física com um amigo

A companhia de outra pessoa pode ajudar a deixar o exercício mais divertido e, de quebra, não querer desapontar seu amigo também acaba funcionando como motivação extra.

Experimente unir os exercícios à uma alimentação saudável

Uma maneira de inserir as atividades no dia a dia é apostar numa dieta mais equilibrada. Além de garantir que o corpo vai receber os nutrientes e vitaminas necessários para se recompor do desgaste físico, melhorar o cardápio também ajuda a mudar os hábitos e criar uma nova rotina. [3]

 

Referências Consultadas:

[1] - Atividade física e qualidade de vida | Rodrigo Sinnott Silva, Ivelissa da Silva, Ricardo Azevedo da Silva, Luciano Souza, Elaine Tomasi | Universidade Católica de Pelotas | 27 de julho de 2007
[2] - Mental fatigue impairs physical performance in humans | Samuele M. Marcora, Walter Staiano, Victoria Manning | Journal of Applied Physiology | 01 de março de 2009
[3] - Influência dos exercícios físicos e da alimentação na qualidade de vida de portadores de hipertensão arterial sistêmica e diabetes mellitus | Angélica Porto de Oliveira | Instituto de Pesquisas Aplicadas e
Desenvolvimento Educacional - IPADE | 9 de março de 2009
[4] - Exercício físico e o controle da pressão arterial | Maria de Fátima Monteiro e Dário C. Sobral Filho | Revista Brasileira de Medicina do Esporte | Dezembro de 2004
[5] - Exercício físico e função cognitiva: uma revisão | Hanna K.M. Antunes, Ruth F. Santos, Ricardo Cassilhas, Ronaldo V.T. Santos, Orlando F.A. Bueno, Marco Túlio de Mello | Revista Brasileira de Medicina do Esporte | Março e abril de 2006
[6] - Benefícios do Exercício Físico sobre a Área Emocional | Rossane Frizzo de Godoy | Rede de Revistas Científicas da América Latina | Agosto de 2002
[7] - Estratégias para o emagrecimento |  Cristina Hauser, Magnus Benetti e Fabiana Pereira V. Rebelo | Revista Brasileira de Cineantropometria & Desempenho Humano | Março de 2004

 

LINKS

1) https://www.scielosp.org/article/csc/2010.v15n1/115-120/
2) https://www.physiology.org/doi/full/10.1152/japplphysiol.91324.2008
3) https://repositorio.pgsskroton.com.br/bitstream/123456789/1010/1/artigo%201.pdf
4) http://www.scielo.br/pdf/rbme/v10n6/a08v10n6
5) http://www.scielo.br/pdf/%0D/rbme/v12n2/v12n2a11.pdf
6) https://www.redalyc.org/pdf/1153/115318043002.pdf
7) http://files.adrianobelem.webnode.com.br/200000173-9608296ffc/estrategias-para-o-emagrecimento.pdf