Sanofi

Como Pharmaton pode ajudar no desempenho físico e mental?

A sensação de corpo cansado e mente cansada é mais comum do que parece. Desânimo, exaustão, sono irregular, falta de energia e mudanças de humor são situações que fazem parte da vida de pessoas que sofrem de esgotamento físico e mental. A condição pode prejudicar aspectos cognitivos, como a memória [1], além de afetar as relações sociais e ocupacionais do indivíduo.

A alimentação tem um impacto muito importante na disposição e energia, por isso, é fundamental garantir a ingestão necessária de nutrientes para manter o corpo saudável e mais resistente. Quando o organismo não recebe as substâncias essenciais para funcionar, seja por falta de uma alimentação rica em nutrientes ou por dificuldade de absorção, há efeitos em diferentes sistemas do corpo. [3] [7] [8] A suplementação entra como uma alternativa para suprir as necessidades nutricionais e Pharmaton é recomendado para isso: o suplemento de vitaminas e minerais, incluindo as vitaminas do complexo B, auxiliam o metabolismo energético [9], que pode ser prejudicado pela deficiência de vitaminas no organismo.

Cansaço mental: o que fazer?

O cansaço mental é uma resposta do organismo a longos períodos de intenso estímulo cognitivo. A condição se caracteriza pela exaustão, dificuldade de avançar em determinadas atividades e diminuição do nível de compromisso com as obrigações diárias. As causas são variadas: estresse, sobrecarga de trabalho, distúrbios do sono e sedentarismo. Mas, pode ter relação metabólica e hormonal. [2]

A deficiência de vitamina B12, por exemplo, pode se manifestar com sintomas psiquiátricos, principalmente ligados à depressão. A baixa dessas vitaminas no organismo tem ligação com transtornos do humor [3], já que uma das funções no nutriente, em conjunto com o ácido fólico (B9), é ligar moléculas neurotransmissoras, como a serotonina, noradrenalina e dopamina.

Para lidar com o esgotamento mental, algumas mudanças na rotina podem ajudar. O principal é assegurar que seu corpo está absorvendo todos os nutrientes que precisa para se manter saudável. A ciência também indica alguns hábitos para evitar o cansaço mental: praticar exercícios físicos regularmente para proteger a função cerebral, diminuir o risco de problemas cardíacos e doenças degenerativas e aumentar a densidade óssea [4]; praticar yoga e meditação para desacelerar e aliviar os sintomas de transtornos psicológicos [5]; usar relações sociais saudáveis para diminuir os níveis de estresse e melhorar a saúde mental. [6]

Deficiência de vitaminas pode prejudicar o desempenho físico

O consumo adequado de vitaminas também pode impactar positivamente o corpo físico. Um dos efeitos da deficiência de vitamina C, por exemplo, é o aumento da indisposição e mudanças de personalidade. A ciência explica que isso ocorre porque a síntese de catecolaminas (hormônios que entram na corrente sanguínea em situações de estresse) é prejudicada. A fadiga é outro sinal da deficiência: com a falta de vitamina C no organismo, síntese de colágeno não ocorre em sua totalidade. [7] Já a vitamina D é essencial para a saúde dos ossos e o funcionamento do sistema neuromuscular. A deficiência do nutriente pode provocar fraqueza e dores musculares em crianças e adultos. [8]

 

Referências Consultadas:

[1] - Cognitive Dysfunction Relates to Subjective Report of Mental Fatigue in Patients with Chronic Fatigue Syndrome | Lucile Capuron, Leonie Welberg, Christine Heim, Dieter Wagner, Laura Solomon, Dimitris A Papanicolaou, R Cameron Craddock, Andrew H Miller,  William C Reeves | American College of Neuropsychopharmacology | 04 de janeiro de 2006
[2] - Mental fatigue: Costs and benefits | Maarten A.S. Boksem, Mattie Tops | Brain Research Reviews | novembro 2008
[3] - Deficiência de vitamina B12 e transtorno depressivo refratário | Bruno Cópio Fábregas, Flávia Domingues Vitorino, Antônio Lucio Teixeira | Universidade Federal de Minas Gerais | 2011
[4] - Exercício físico e função cognitiva: uma revisão | Hanna K.M. Antunes, Ruth F. Santos, Ricardo Cassilhas, Ronaldo V.T. Santos, Orlando F.A. Bueno, Marco Túlio de Mello | Revista Brasileira de Medicina do Esporte | Março e abril de 2006
[5] - Depression and Anxiety Disorders: Benefits of Exercise, Yoga, and Meditation | SY ATEZAZ SAEED, KARLENE CUNNINGHAM, RICHARD M. BLOCH | University Brody School of Medicine | maio de 2019
[6] - Social Relationships and Health: A Flashpoint for Health Policy | Debra Umberson, Jennifer Karas Montez | University of Texas | Journal of Health and Social Behavior | 2010
[7] - Funções Plenamente Reconhecidas de Nutrientes Ácido ascórbico (Vitamina C) | Helio Vannucchi, Marcele de Moraes Rocha | International Life Sciences Institute do Brasil | Julho de 2012
[8] - Funções Plenamente Reconhecidas de Nutrientes Vitamina D | Barbara Santarosa Emo Peters, Lígia Araújo Martini | International Life Sciences Institute do Brasil | Maio de 2014
[9] - Site de Pharmaton.

 

LINKS:

  1)  https://www.nature.com/articles/1301005
  2) https://www.researchgate.net/publication/51426280_Mental_fatigue_Costs_and_benefits
  3) http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0047-20852011000200010
  4) http://www.scielo.br/pdf/%0D/rbme/v12n2/v12n2a11.pdf
  5) https://www.aafp.org/afp/2019/0515/p620.html
  6) https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC3150158/
  7) http://ilsi.org/brasil/wp-content/uploads/sites/9/2016/05/21-Vitamina-C.pdf
  8) https://ilsi.org/brasil/wp-content/uploads/sites/9/2016/05/artigo_vitamina_d.pdf
  9) https://www.pharmaton.com.br/pharmaton

https://www.physiology.org/doi/full/10.1152/japplphysiol.91324.2008

Vitamina C      45 mg  100
Vitamina E      10 mg  100
Vitamina B6    1,3 mg 100
Ácido fólico     240 µg 100
Riboflavina

Físico

Vitamina C
Vitamina D
Complexo B (metabolismo de proteínas)
Vitamina K

Mental

Vitamina E
Vitamina C
Vitamina B1 (tiamina)
Vitamina B3 (Niacina)
Vitamina B6 (Piridoxina)
Vitamina B12 (Cianocobalamina)