Sanofi

Quais são as vitaminas e minerais para fortalecer os ossos?

Responsável pela sustentação do corpo, o esqueleto necessita de atenção e cuidado em todas as etapas da vida. Por isso, saber qual vitamina para os ossos e tipos de minerais precisa ingerir diariamente é fundamental para manter a saúde óssea e evitar doenças graves: no Brasil, cerca de 10 milhões de pessoas sofrem de osteoporose. A doença deixa os ossos mais frágeis e quebradiços e pode ser evitada com hábitos saudáveis e a ingestão correta de minerais e vitaminas. [1]

É na infância e juventude que a massa óssea atinge os níveis mais altos de densidade. Por isso, quanto mais cedo iniciar os cuidados com os ossos, melhor será a qualidade de vida na velhice. Para um esqueleto mais resistente, o passo inicial é praticar exercícios regularmente e garantir a absorção correta de cálcio e vitamina D. Mas, você sabia que há outros nutrientes que também ajudam a fortalecer os ossos? As vitaminas A e K são um exemplo de substâncias que também interferem na saúde óssea. No caso dos minerais, elementos como potássio, fósforo, cobre, magnésio, manganês e zinco também atuam no fortalecimento do esqueleto. [2]

Qual a importância da vitamina D para os ossos?

Conhecida pela absorção derivada da exposição solar, a vitamina D é fundamental para a homeostase do cálcio e do fósforo no organismo. Esse processo impacta diretamente no funcionamento do sistema nervoso, além de influenciar o desenvolvimento dos ossos e manter a sua densidade. [3] Estudos indicam, ainda, que a presença correta da vitamina diminui a probabilidade de fraturas por melhorar a resistência dos ossos. A deficiência do nutriente pode causar condições como raquitismo e osteomalácia, além de aumentar a perda óssea responsável pela osteoporose. Adultos que não tomam a quantidade de sol adequada precisam fazer suplementação diária para reduzir o risco de desenvolver essas doenças. [4]

A importância das vitaminas A e K para a saúde dos ossos

Uma dieta que recebe as quantidades necessárias de vitamina A e K também favorece a saúde óssea. A vitamina A é essencial para o desenvolvimento ósseo regular, mas especialistas alertam para o consumo elevado deste nutriente como um fator que influencia as fraturas no quadril. Já a vitamina K, conhecida por beneficiar a coagulação sanguínea, funciona como um auxiliar na fixação de proteínas e protege os ossos contra a osteoporose. Níveis baixos desse nutriente estão ligados à doenças e fraturas. [4]

O papel dos minerais no fortalecimento ósseo

É muito comum associar a saúde dos ossos apenas com o cálcio. E realmente ele é muito importante para o processo de metabolismo ósseo. Mas, não é apenas esse mineral que contribui para um esqueleto mais forte e resistente, alguns exemplos são o cobre, magnésio, fósforo, potássio, manganês e zinco. O fósforo, por exemplo, ajuda a regular a formação dos ossos. Já alguns estudos sugerem que a ingestão correta de potássio pode reduzir os riscos de osteoporose. [4]

 

Referências Consultadas:

[1] - Conheça os números da osteoporose | Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia | 16 de outubro de 2017
[2] - Osteoporose, a doença silenciosa | Sociedade Brasileira de Geriatria e Gerontologia
[3] - Funções Plenamente Reconhecidas de Nutrientes Vitamina D | Barbara Santarosa Emo Peters, Lígia Araújo Martini | International Life Sciences Institute do Brasil | Maio de 2014
[4] - Impacto dos nutrientes na saúde óssea: novas tendências | Glaucia Queiroz Morais, Maria Goretti Pessoa de Araújo Burgos | Universidade Federal de Pernambuco | Julho de 2007

 

LINKS:

1)  https://www.sbemsp.org.br/para-o-publico/noticias/116-conheca-os-numeros-da-osteoporose
2)  https://sbgg.org.br/osteoporose-a-doenca-silenciosa/
3)  https://ilsi.org/brasil/wp-content/uploads/sites/9/2016/05/artigo_vitamina_d.pdf
4)  http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-36162007000700002