Sanofi

Cansaço mental: saiba como combater

Estresse, sobrecarga, emocional desgastado, desmotivação e falta de energia para tarefas comuns são alguns sinais de cansaço mental. Uma pesquisa coordenada pelo Ibope (Instituto Brasileiro de Opinião Pública e Estatística) constatou que 98% dos brasileiros se sentem cansados e mentalmente esgotados. [1] As principais causas são a vida corrida, situações de estresse no trabalho, alimentação desequilibrada e falta de condicionamento físico. Os sintomas da exaustão mental aparecem principalmente em jovens entre 20 e 29 anos, que muitas vezes já acordam cansados. [1]

O cansaço mental é uma condição que pode ter relação com transtornos psíquicos, como ansiedade e depressão, e afeta a produtividade no trabalho, as relações sociais e a saúde física. Um campo de estudo da psicanálise chamado psicossomática busca o entendimento da relação entre mente e corpo e alerta sobre os efeitos ou agravamento de doenças físicas provocadas por alterações emocionais. [2]

Estudos mostram que pessoas que são submetidas a situações de estresse agudo costumam apresentar respostas físicas, como aumento de ácido clorídrico no sistema digestivo, movimentos alterados no estômago e maior produção de enzimas gástricas. Além disso, podem ficar mais ansiosas, inseguras e até agressivas. [3] A ciência mostra que algumas práticas inseridas no cotidiano podem afastar os efeitos do estresse e desgaste emocional. Veja abaixo!

Como evitar o desgaste mental? Veja 4 práticas para inserir na sua vida!

Cultive o bom humor!

O humor pode afetar o funcionamento cognitivo - ou seja, a memória, raciocínio, percepção, etc. - do nosso corpo.  Um estudo feito por cientistas da Universidade de Ontário, no Canadá, mostrou que pessoas com bom humor apresentam maior flexibilidade intelectual. Assim, pode desencadear melhor desempenho e criatividade para resolver problemas, sejam pessoais ou do trabalho. [4] Por isso, por mais que a vida não esteja fácil é importante manter a positividade para evitar um desgaste generalizado.

Tire um tempo para relaxar!

Com a correria do dia a dia, é normal dedicar pouco tempo a si. Por isso, use os dias de folga para momentos de lazer e autocuidado. Essa é uma forma eficiente para desacelerar. Além disso, práticas como meditação e yoga podem ser eficazes para diminuir o estresse e cansaço mental: as modalidades são indicadas pelo American College of Lifestyle Medicine - organização que busca evidenciar cientificamente como ter uma vida mais saudável e equilibrada [5] - como um caminho para ter mais saúde e qualidade de vida. A comunidade acadêmica tem estudado o efeito dessas terapias no corpo humano e há evidências de que a yoga e meditação são capazes de diminuir os sintomas de transtornos mentais. [6]

Faça exercícios regularmente!

Você sabia que um estilo de vida mais ativo pode proteger a sua função cerebral e evitar distúrbios mentais? Já é comprovado que a prática de exercícios físicos diminui o risco de problemas cardíacos e doenças degenerativas e contribui para o aumento da densidade óssea. No entanto, estudos sugerem que uma vida não sedentária pode aumentar a sensação de bem-estar e afastar os sintomas do estresse, cansaço mental e ansiedade. [7]

Fortaleça as relações sociais!

As relações definem uma sociedade e seus costumes. Os laços sociais também influenciam nossa saúde de três formas: comportamental, psicossocial e fisiológica. No âmbito psicológico, as relações são capazes de melhorar a saúde mental dos indivíduos, diminuindo os efeitos do estresse ao mesmo tempo que promovem um sentimento de propósito e pertencimento. Além disso, podem resultar em efeitos fisiológicos, como diminuição dos hormônios do estresse, pressão arterial e frequência cardíaca. [8]

Referências Consultadas:

[1] - 98% dos internautas brasileiros apresentam algum nível de cansaço | Ibope | 2013 [2] Psicossomática: duas abordagens de um mesmo problema | Cláudio Garcia Capitão, Érica Bonfá Carvalho | Universidade São Francisco | Dezembro de 2006
[3] - Mecanismo de formação dos sintomas em psicossomática | Elisa Maria Parahyba Campos, Avelino Luiz Rodrigues |  Instituto Metodista de Ensino Superior | Revista Psicologia da Saúde | julho a dezembro de 2005
[4] - Better Mood and Better Performance: Learning Rule-Described Categories Is Enhanced by Positive Mood | Ruby Nadler, Rahel Rabi | University of Western Ontario | Revista Psychological Science | Outubro de 2010
[5] - What is Lifestyle Medicine? | junho de 2018
[6] - Depression and Anxiety Disorders: Benefits of Exercise, Yoga, and Meditation | SY ATEZAZ SAEED, KARLENE CUNNINGHAM, RICHARD M. BLOCH | University Brody School of Medicine | maio de 2019
[7] - Exercício físico e função cognitiva: uma revisão | Hanna K.M. Antunes, Ruth F. Santos, Ricardo Cassilhas, Ronaldo V.T. Santos, Orlando F.A. Bueno, Marco Túlio de Mello | Revista Brasileira de Medicina do Esporte | Março e abril de 2006
[8] - Social Relationships and Health: A Flashpoint for Health Policy | Debra Umberson, Jennifer Karas Montez | University of Texas | Journal of Health and Social Behavior | 2010

 

LINKS:

 1)  http://www.ibope.com/pt-br/noticias/Paginas/98-dos-internautas-brasileiros-apresentam-algum-nivel-de-cansaco.aspx
 2)  http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1676-73142006000200004                       
 3)  https://www.researchgate.net/profile/Avelino_Rodrigues/publication/273303140_Mecanismo_de_Formacao_dos_Sintomas_em_Psicossomatica/links/582dc74c08ae102f072da8dd/Mecanismo-de-Formacao-dos-Sintomas-em-Psicossomatica.pdf
 4)  https://www.researchgate.net/publication/47544150_Better_Mood_and_Better_Performance_Learning_Rule-Described_Categories_Is_Enhanced_by_Positive_Mood
 5)  https://lifestylemedicineglobal.org/wp-content/uploads/2018/08/What-is-Lifestyle-Medicine-English.pdf
 6)  https://www.aafp.org/afp/2019/0515/p620.html
 7)  http://www.scielo.br/pdf/%0D/rbme/v12n2/v12n2a11.pdf
 8)  https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC3150158/